26/03/2022 às 11h42min - Atualizada em 26/03/2022 às 11h42min

SECRETARIA MUNCIPAL DA AGRICULTURA DE QUEDAS DO IGUAÇU LANÇA PROGRAMA  DE INCENTIVO A  PRODUÇÃO DA ERVA MATE

O programa tem o objetivo específico de oportunizar a diversificação das atividades econômicas nas propriedades rurais

Clic Paraná
Carlos Lins
Imagem Ilustrativa
Visando diversificar a economia e gerar renda ao pequeno produtor, a Secretaria Municipal da Agricultura, coordenada pelo engenheiro agrônomo, Alcindo Penso e equipe formularam o programa de Incentivo a Produção da Erva Mate. 

O programa tem o objetivo específico de oportunizar a diversificação das atividades econômicas nas propriedades rurais, através da produção da erva mate, aproveitando as áreas não mecanizadas, oferecendo apoio  através da Prefeitura para a aquisição de mudas de qualidade adaptadas à região.   

Além disso, a Secretaria da Agricultura se propõe a oferecer assistência técnica para as atividades de produção e comercialização da cultura.  


“Pelo fato da grande maioria dos 31 por cento da população rural de Quedas do Iguaçu pertencerem à agricultura familiar, o incentivo à produção da erva mate que hoje ocupa apenas uma área de 100 hectares e uma produção de 600 toneladas/ano é fundamental  para melhorar o retorno econômico e social dos pequenos agricultores, bem como  para a preservação do meio ambiente. Mais do que incentivar o plantio, dando suporte econômico aos pequenos agricultores, o objetivo é o resgate cultural dessa planta”, enfatiza Alcindo Penso.  


O montante de mudas previsto para o fornecimento aos agricultores será de 200.000 (duzentas mil) no primeiro ano, atendendo aproximadamente 350 propriedades rurais, podendo ser estendida para os anos subsequentes conforme demanda. 

Conforme estabelece o programa, os agricultores é que vão definir  a forma de plantio, juntamente com os técnicos da assistência técnica. 

Os interessados deverão fazer as inscrições na Secretaria da Agricultura do município e apresentar documentação comprobatório da terra e documentos pessoais.

Notícias Relacionadas »
Comentários »