18/10/2021 às 23h00min - Atualizada em 19/10/2021 às 00h00min

Ferring apresenta uma análise premiada de resultados do mundo real para pesquisa biológica ao vivo baseada na microbiota RBX2660 em pacientes com infecção recorrente porC. Difficile e IBD no ACG de 2021

DINO


A Ferring Pharmaceuticals e a Rebiotix, uma empresa da Ferring, anunciaram hoje que apresentarão dados de duas novas análises retrospectivas como parte do Encontro Científico Anual e Curso de Pós-Graduação do American College of Gastroenterology (Faculdade Americana de Gastroenterologia - ACG 2021). O congresso acontecerá em Las Vegas de 22 a 27 de outubro de 2021.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20211018006058/pt/

Os critérios de elegibilidade em testes clínicos de CDI geralmente são definidos de forma restrita, excluindo populações mais amplas de pacientes. A primeira apresentação irá explorar os principais resultados de saúde de RBX2660, um bioterapêutico vivo baseado em microbiota experimental para redução da infecção recorrente porC. difficile (CDI), entre pacientes em um ambiente do mundo real. A segunda análise avalia o uso de recursos de saúde e custos médicos entre os pacientes do Medicare com CDI com ou sem doença inflamatória intestinal (DII) como uma comorbidade. Notavelmente, uma das apresentações recebeu o Prêmio de Anuncio Presidencial reconhecendo pesquisas de alta qualidade, inovadoras, exclusivas e interessantes.

As descrições dos dois resumos aceitos para apresentação são as seguintes:

Descrição do anúncio P2217 - Uma análise retrospectiva do uso de RBX2660 investigacional dado sob critério de aplicação em uma população de CDI do mundo real. Recebedor do Prêmio de Anúncio Presidencial.

Autor apresentador: Paul Feuerstadt, MD, FACG, AGAF, PACT de Gastroenterologia, Hamden, Conn., Professor Clínico Assistente de Medicina, Escola de Medicina da Universidade de Yale, New Haven, Conn.

EMBARGADO ATÉ: 24 de outubro de 2021 às 15h30 EDT

Descrição do Anúncio P2611 - Uma análise retrospectiva do mundo real examinando os custos entre os beneficiários do Medicare com CDI, com ou sem IBD

Autor apresentador: Paul Feuerstadt, MD, FACG, AGAF, PACT de Gastroenterologia, Hamden, Conn., Professor Clínico Assistente de Medicina, Escola de Medicina da Universidade de Yale, New Haven, Conn.

EMBARGADO ATÉ: 24 de outubro de 2021 às 15h30 EDT

O ACG 2021 disponibilizou resumos em seu site.

Sobre o microbioma intestinal e a infecção por C. difficile

A infecção por C. difficile (CDI) é uma doença séria e potencialmente mortal que afeta pessoas em todo o mundo. A bactéria C. difficile causa sintomas debilitantes, como diarreia intensa, febre, dor ou desconforto estomacal, perda de apetite, náuseas e colite (inflamação do cólon).1 Declarado uma ameaçaàsaúde pública pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA que exigem ação urgente e imediata, a CDI causa cerca de meio milhão de doenças e dezenas de milhares de mortes apenas nos EUA a cada ano.1,2,3

A infecção por C. difficile muitas vezes é o início de um ciclo vicioso de recorrência, causando uma carga significativa aos pacientes e ao sistema de saúde.4,5 Até 35% dos casos de CDI recorrem após o diagnóstico inicial6,7 e as pessoas que tiveram uma recorrência correm um risco significativamente maior de novas infecções.8,9,10,11 Após a primeira recorrência, é estimado que até 60% dos pacientes podem desenvolver uma recorrência subsequente.12

A infecção recorrente porC. difficile (rCDI) está associada a perturbações do microbioma intestinal, ou "disbiose". O microbioma intestinal é uma comunidade microbiana altamente diversa que desempenha um papel essencial na saúde humana. Há um crescente corpo de evidências que mostra que quando há uma interrupção da composição e/ou diversidade do microbioma intestinal, pode haver um risco associado de doenças graves, incluindo a CDI. O padrão atual de tratamento para a rCDI são os antibióticos, que não tratam da disbiose subjacente nem restauram o microbioma intestinal.13 O uso de antibióticos demonstrou ser disruptor da ecologia do microbioma intestinal, sendo um fator de risco predominante para rCDI.6,7,13

Restaurar o microbioma intestinal é cada vez mais aceito como uma opção promissora de tratamento para casos de infecção recorrente por C. difficile .14

Sobre o RBX2660

O RBX2660 é um potencial bioterapêutico ao vivo baseado em microbiota, que está sendo estudado para fornecer um amplo consórcio de diversos micróbios ao intestino, a fim de reduzir a infecção recorrente por C. difficile. O RBX2660 recebeu as designações Fast Track (via rápida), Orphan (medicamento órfão) e Breakthrough Therapy (terapia inovadora) da Food and Drug Administration (FDA) dos EUA. O programa fundamental de fase 3 se baseia em quase uma década de pesquisa com dados clínicos e microbiomas robustos coletados em seis testes clínicos controlados com mais de 1.000 participantes.

Sobre a Ferring Pharmaceuticals

A Ferring Pharmaceuticals é um grupo biofarmacêutico especializado, voltadoàpesquisa, comprometido em ajudar as pessoas ao redor do mundo a formar famílias e viver uma vida melhor. Com sede em Saint-Prex, Suíça, a Ferring é líder em medicina reprodutiva e saúde materna, bem como em áreas de especialidade em gastroenterologia e urologia. A Ferring desenvolve tratamentos para mães e bebês há mais de 50 anos e possui um portfólio que cobre desde a concepção ao nascimento. Fundada em 1950, a Ferring de propriedade privada agora emprega cerca de 6.500 pessoas em todo o mundo, tem suas próprias subsidiárias operacionais em quase 60 países e comercializa seus produtos em 110 países. Saiba mais em www.ferring.com, ou se conecte conosco no Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

A Ferring está empenhada em explorar a ligação crucial entre o microbioma e a saúde humana, começando com a ameaça de infecção recorrente por C. difficile. Com a aquisição da Rebiotix em 2018 e várias outras alianças, a Ferring é líder mundial em pesquisa de microbioma, desenvolvendo novas terapias baseadas em microbioma para atender a necessidades não atendidas significativas e ajudar as pessoas a viverem uma vida melhor. A Ferring Research Institute Inc. (FRI), com sede em San Diego, EUA, faz parte da Unidade Global de Descoberta de Medicamentos e Inovação Externa, que é o motor de pesquisa e ideias da Ferring Pharmaceuticals. A FRI é parte integrante da empresa de P&D da Ferring, concentrando-se na descoberta e no desenvolvimento antecipado de medicamentos. Conecte-se conosco em nossos canais de desenvolvimento terapêutico de microbioma dedicados no Twitter e LinkedIn.

Sobre a Rebiotix

A Rebiotix Inc, uma empresa da Ferring, é uma empresa de microbioma clínico em estágio avançado com foco em aproveitar o poder do microbioma humano para revolucionar o tratamento de doenças desafiadoras. A Rebiotix tem uma linha diversificada de produtos farmacêuticos experimentais baseados em sua plataforma de pioneira medicamentos MRTTM de microbiota. A plataforma consiste em tecnologias de medicamentos em investigação concebidas para reabilitar potencialmente o microbioma humano, fornecendo um amplo consórcio de micróbios vivos no trato intestinal de um paciente. Para obter mais informação sobre o Rebiotix e sua linha de terapias dirigidas ao microbioma humano para diversos estados de doença, acesse www.rebiotix.com, ou conecte-se conosco no Twitter, Facebook, LinkedIn e YouTube.

Sobre o ACG

O Encontro Científico Anual e Curso de Pós-Graduação de 2021 do ACG acontecerá em Las Vegas, NV de 22 a 27 de outubro de 2021. O American College of Gastroenterology (ACG) é líder reconhecido na educação de profissionais de GI e do público em geral sobre distúrbios digestivos. Nossa missão é promover o atendimento de classe internacional a pacientes com distúrbios gastrointestinais por meio da excelência, inovação e defesa nas áreas de investigação científica, educação, prevenção e tratamento. Para saber mais sobre o ACG, acesse nosso site.

Referências:

  1. Centros de Controle e Prevenção de Doenças. O que é C. Diff? 17 de dezembro de 2018. Disponível em: https://www.cdc.gov/cdiff/what-is.html.
  2. Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Maiores Ameaças e Dados, 14 de novembro de 2019. Disponível em: https://www.cdc.gov/drugresistance/biggest-threats.html.
  3. Fitzpatrick F, Barbut F. Breaking the cycle of recurrent Clostridium difficile. Clin Microbiol Infect. 2012;18(suppl 6):2-4.
  4. Centros de Controle e Prevenção de Doenças. 24 de junho de 2020. Disponível em: https://www.cdc.gov/drugresistance/pdf/threats-report/clostridioides-difficile-508.pdf.
  5. Feuerstadt P, et al. J Med Econ. 2020;23(6):603-609.
  6. Lessa FC, Mu Y, Bamberg WM, et al. Burden of Clostridium difficile infection in the United States. N Engl J Med. 2015;372(9):825-834.
  7. Cornely OA, et al. Treatment of First Recurrence of Clostridium difficile Infection: Fidaxomicin Versus Vancomycin. Clinical Infectious Diseases. 2012;55(S2):S154–61.
  8. Riddle DJ, Dubberke ER. Clostridium difficile infection in the intensive care unit. Infect Dis Clin North Am. 2009;23(3):727-743.
  9. Nelson WW, et al. Health care resource utilization and costs of recurrent Clostridioides difficile infection in the elderly: a real-world claims. J Manag Care Spec Pharm. Publicado online em 11 de março de 2021.
  10. Kelly, CP. Can we identify patients at high risk of recurrent Clostridium difficile infection? Clin Microbiol Infect. 2012; 18 (Suppl. 6): 21–27.
  11. Smits WK, et al. Clostridium difficile infection. Nat Rev Dis Primers. 2016;2:16020. doi: 10.1038/nrdp.2016.20.
  12. Leong C, Zelenitsky S. Treatment strategies for recurrent Clostridium difficile infection. Can J Hosp Pharm. 2013;66(6):361-368.
  13. Langdon A, Crook N, Dantas G. The effects of antibiotics on the microbiome throughout development and alternative approaches for therapeutic modulation. Genome Med. 2016;8(1):39.
  14. van Nood E, Vrieze A, Nieuwdorp M, et al. Duodenal infusion of donor feces for recurrent Clostridium difficile. N Engl J Med. 2013;368(5):407-415.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Lisa Ellen

Diretora de Comunicações da Marca

E: lisa.ellen@ferring.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...