21/09/2021 às 19h41min - Atualizada em 21/09/2021 às 19h41min

Líderes avaliam obras pendentes e debatem sobre a nova modelagem

O tema do encontro foi "O novo modelo do pedágio: as obras da região Oeste e término dos contratos atuais"

Clic Paraná
Luciano Barros
Foto divulgação
Evento realizado na noite do dia 20 de setembro, na sede da Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel), reuniu duas das mais expressivas lideranças estaduais sobre infraestrutura e logística: o deputado estadual Homero Marchese e o gerente de Assuntos Estratégicos da Fiep (Federação das Indústrias do Paraná), João Arthur Mohr.

A iniciativa foi do Sinduscon Paraná Oeste, em parceria com a Caciopar (Coordenadoria das Associações Comerciais e Industriais do Oeste do Paraná), POD (Programa Oeste em Desenvolvimento) e Codesc (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Cascavel). 

Marchese abordou as obras pendentes no contrato atualmente vigente, especialmente as dos lotes que dizem respeito a rodovias localizadas em território oestino. Citou obras em andamento, como a construção do novo Trevo Cataratas, 13 novas terceiras instaladas na BR-277, entre Cascavel e Guarapuava e obras no Trevo Charrua, em Foz do Iguaçu. Relatou também aspectos sobre redução de tarifas, multas e depósito financeiro a título de caução proveniente de acordo de leniência de concessionárias junto ao MPF (Ministério Público Federal). 



Já Mohr destacou as obras que estão por vir a partir da próxima licitação, bem como o cronograma de ações legais previstas para os próximos meses. Destacou que o atual contrato encerra no fim de novembro e, a partir de então, até que se desenrole nova licitação, a tendência é que a cobrança de pedágio deixe de ser feita temporariamente. Relatou que o atual projeto de concessões em discussão prevê, dentro de um período de oito a nove anos, a duplicação total dos trechos entre Cascavel a Guarapuava, Cascavel a Foz do Iguaçu, Cascavel a Maringá e Cascavel a Guaíra. 

Relatou ainda sobre obras de arte previstas ao longo dos trechos, como viadutos, trincheiras, retornos, passarelas e outros itens. Também abordou a questão da implantação de novas praças de pedágio, como a localizada na BR-467, entre Cascavel e Toledo. 

Por fim, foi realizado debate mediado pelo presidente do Sinduscon Paraná Oeste, Ricardo Lora, com as presenças de ambos os palestrantes, mais o vice-presidente da Fiep, Edson Vasconcelos, e do presidente do POD, Rainer Zielasko.

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...