24/07/2020 às 17h36min - Atualizada em 24/07/2020 às 17h36min

Embratur auxilia Governo Federal na operação de voo que repatriou 134 brasileiros vindos do continente africano

Pouso ocorreu no aeroporto Viracopos, em Campinas, na madrugada desta quarta-feira (22/7), em voo fretado pelo Governo Federal e operado pela Azul Linhas Aéreas

Clic Paraná
Embratur
Presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, deu as boas-vindas aos brasileiros repatriados da África após o pouso no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) Foto: Renan Pretto
Nenhum brasileiro fica para trás: esta é a missão do Governo Federal brasileiro durante a pandemia do Coronavírus, que causou o fechamento de fronteiras mundo afora e gerou inúmeras dificuldades para que famílias pudessem se reencontrar. Sensível ao momento enfrentado por seus compatriotas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, incumbiu o Ministério das Relações Exteriores (MRE) do trabalho de coordenar ações trazer os brasileiros espalhados pelo mundo de volta ao Brasil. 
 
Confira vídeo sobre a repatriação de brasileiros na África no Instagram da Embratur (https://www.instagram.com/p/CDBztNGpY3x/​
 
Com apoio de diversas embaixadas e contando com a ajuda do Ministério da Defesa, Ministério do Turismo, quase 40 mil brasileiros já puderam voltar para casa por conta de ações de repatriação, como no caso da operação realizada na África. Vindos de aeroportos de Burkina Faso, Nigéria, Senegal e Guiné Bissau e somando-se aos brasileiros que já estavam em Gana, o voo fretado pelo Governo Brasileiro partiu da capital de Gana, Acra, e levou um grupo 134 brasileiros no total. O desembarque foi realizado no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, com familiares aguardando boa parte dos passageiros, mesmo às 2h da manhã.
 
“Este voo é mais uma prova de que ninguém ficará para trás, como determinou nosso presidente da República. A Embratur participa com grande satisfação desta operação, pois sabemos da importância enorme desta ajuda para as famílias neste momento de pandemia”, disse o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto, logo na chegada do voo ao aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). 
 
O áudio de um vídeo feito pelo presidente Jair Bolsonaro no mesmo dia do voo foi apresentado aos passageiros pelo piloto do voo da Azul. Na mensagem, o presidente afirma: ”vocês que acabaram de retornar ao Brasil vindos de Gana e outros países da África: digo que vocês são muito bem-vindos e que esta é a terra de vocês e de todos nós”. O presidente dos brasileiros ainda reforça: “o Brasil tem uma política no nosso governo: ninguém será deixado para trás”. 
 
Extremamente agradecida por ter sido repatriada junto ao marido e ao filho, Giane Paiva Brunetti demonstrou, em seu desembarque, o alívio que sentiu ao chegar em seu País. Ela é missionária na África e estava em Guiné Bissau buscando uma oportunidade para retornar desde maio, quando ocorreu o primeiro de um total de três cancelamentos de voos. “Estou com o meu pai doente e precisava voltar urgentemente. Não consigo nem expressar minha alegria e gratidão ao Governo Federal, à Azul e à Embaixada de Gana, que foi porta-voz em todo o Oeste da África e nos ajudou com este voo. Sentimos que não estávamos sozinhos, que havia um governo querendo nos trazer, uma realidade muito diferente da que ofereceram os governos de outros países”, comentou Brunetti.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...