16/05/2020 às 10h33min - Atualizada em 16/05/2020 às 10h33min

Atendendo pedido da Amop, Cotriguaçu repassa R$ 1 milhão para ações de combate ao Covid 19

Os recursos serão repassados ao Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Houp)

Clic Paraná
Vista Publicidade
Foto: Divulgação
O presidente da Cotriguaçu, Irineo da Costa Rodrigues, assinou convênio na tarde desta sexta (15) no valor de R$ 1 milhão, a pedido da Amop e de outras entidades da sociedade organizada regional, para serem utilizados na aquisição de material hospitalar e equipamentos no combate à covid 19.

Os recursos serão repassados ao Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Houp) para a compra de respiradores/ventiladores de oxigênio, EPI´s (equipamentos de proteção individual), testes de detecção do coronavírus e outros equipamentos hospitalares.

Assim que forem adquiridos, os aparelhos eletrônicos serão instalados no Huop, enquanto os testes e parte dos EPI´s serão encaminhados aos 54 municípios associados à Amop. A gestão dos recursos financeiros, mecanismos de aquisição dos produtos, bem como prestação de contas, ficará sob a responsabilidade da Unioeste, gestora do hospital. Já a distribuição dos EPI´s e testes ficará a cargo da Amop.

O ato contou com as presenças do reitor da Unioeste, Alexandre Webber; do presidente da Caciopar, Alci Rotta Júnior; o presidente da OAB-Cascavel, Jurandir Parzianello, do presidente da Acic, Michel Lopes, e outras lideranças. O diretor executivo da Amop, Vinicius Almeida dos Santos, representou o prefeito de Matelândia e presidente da Amop, Rineu Menoncin, o Texeirinha.

Texeirinha participou ativamente do processo, iniciado no dia 2 de abril, logo após assumir a presidência da entidade municipalista oestina. Coincidentemente, também iniciou neste período a gestão de Irineo da Costa Rodrigues na presidência da Cotriguaçu. “Somos eternamente agradecidos nesta grande ação solidária da Cotriguaçu, que foi sensível à necessidades dos municípios da região Oeste”.

Juntas, as quatro cooperativas do sistema Cotriguaçu: Lar (Medianeira), C. Vale (Palotina), Coopavel (Cascavel) e Copacol (Cafelândia) geram hoje mais de 60 mil empregos diretos e movimentam o PIB regional, sendo a principal fonte produtora de alimentos e de exportação de produtos alimentícios manufaturados e insumos agropecuários.

O sistema Cooperativista tem feito trabalhos semelhantes de alcance social e de combate aos efeitos da pandemia, seja nos municípios onde atua, e também no Porto de Paranaguá, principal portão de escoamento dos produtos que fabrica.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...