11/05/2020 às 12h34min - Atualizada em 11/05/2020 às 12h34min

Empresários do Paraná preparam campanha para defender ex-ministro Moro de fake news

Iniciativa espontânea e prevê a instalação de outdoors em 30 cidades do Estado

Clic Paraná
Ronildo Pimentel
Outdoors em apoio ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, serão espalhados em 30 cidades do Paraná Foto: Divulgação
Empresários paranaenses preparam uma campanha, nos próximos dias, para defender o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro de ataques com fake news (notícias falsas) nas redes sociais, após sua saída do Governo Federal.O grupo irá espalhar, a partir da próxima segunda-feira (11), a imagem de Moro em outdoors por 30 cidades do Estado. 

A iniciativa é do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba (Sindiabrabar) e da Federação das Empresas de Hospedagem (Feturismo). A ideia, segundo o organizadores, é proteger a imagem do ex-juiz da Lava-Jato, duramente atacado nas redes sociais desde que deixou o governo federal e acusou o presidente Bolsonaro de tentar interferir politicamente na Polícia Federal. 

“Nos assusta essa guerra virtual, esse submundo que tenta macular  a imagem do Sergio Moro”, disse o presidente do Sindiabrabar, Fábio Aguayo.  De acordo com ele, a campanha vai começar pelo Paraná, estado natal do ex-juiz, mas já surgiram interessados em levá-la também a Santa Catarina e Minas Gerais.  "Vamos esperar passar o Dia das Mães para a iniciativa ganhar as ruas", adiantou.

A iniciativa, que vai usar o mote  “Fechado com Sergio Moro”, tem a intenção de preservar a imagem do ex-juiz da Lava Jato neste primeiro momento, informa Aguayo. “A maioria da população está do lado dele. Se ele se filiar a um partido, acho que tem chance de ser presidente da República", disse.

"Tenho certeza que ele é a tão sonhada terceira via que o Brasil busca, de sair dessa polarização: nem Aliança nem PT”, completou.  O empresário adianta que a campanha é espontânea, de iniciativa dos empresários paranaenses. Sério Moro, de acordo com Aguayo, não foi consultado.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...