13/02/2020 às 09h44min - Atualizada em 13/02/2020 às 09h44min

Como organizar uma viagem “em cima da hora” e aproveitar o feriado

Se é tempo que falta e vontade que sobra, até um simples final de semana pode ser aliado na hora do descanso

Clic Paraná
Contelle Assessoria
Como organizar uma viagem “em cima da hora”
Todo mundo ama viajar, seja por períodos longos, curtos, locais inusitados ou pertinho de casa. É que viajar tem um efeito de relaxamento na nossa mente. Podemos até cansar o corpo com as atividades nessas folgas, mas a mente volta para casa renovada, descansada e pronta para recomeçar a rotina com um astral muito melhor. Só que nem sempre é possível sair dessa rotina para respirar novos ares ou sequer conseguimos nos organizar para isso (é o que pensamos!). Mas não é o que dizem os “especialistas”, ou melhor, os amantes de viagens.

Uma simples parada num final de semana já pode resolver muita coisa. Não é preciso ter vários dias livres para viajar. Se é vontade que sobra, sair no sábado e retornar no domingo já é capaz de fazer esse papel de “carregador” das nossas energias. “Se a pessoa busca algo mais rápido para aproveitar o final de semana, ou só tem um dia disponível mesmo, indicamos os resorts em Foz do Iguaçu, pois são perto e completos. Se estiver chovendo ou fizer frio, a viagem se mantém em pé, pois os resorts são termais. Também conseguimos incluir passeios pela cidade para quem quiser sair. Em Foz do Iguaçu, por exemplo, tem as Cataratas do Iguaçu, o Parque das Aves e o Museu de Cera, tudo isso conseguimos incluir na viagem da pessoa para que ela tenha um fim de semana gostoso, agradando ao cliente que vem buscar uma solução rápida e em cima da hora”, destaca Analu Klauss, vendedora da CVC Viagens no Cascavel JL Shopping.



E para quem pensa que não tem como viajar de última hora no feriado, devido à grande movimentação que se tem nos destinos turísticos, Analu também explica que dá sim, e você não precisa necessariamente se programar com antecedência. “Temos muita procura de viagens na própria semana do feriado, dias antes da data, pois são pessoas que trabalham e tiveram liberação ali, em cima da hora. Nós preparamos algumas promoções para esses períodos para atender a essa demanda, o que chamamos de embarque imediato. O cliente pode escolher entre pacotes, opções de hotelaria, resorts, enfim, uma variedade de opções. Não precisa ficar em casa no feriado! Tem para onde escapar sim”, afirma Analu.



Segundo a vendedora da CVC Viagens, as maiores procuras em épocas de feriados são para as praias. Quando não há embarque imediato disponível para a região do nordeste brasileiro, campeão de buscas, a viagem pode ser direcionada às praias de Santa Catarina, por exemplo, em que a pessoa pode se deslocar com o próprio carro. “Mesmo desse modo, conseguimos organizar um roteiro bem bacana, indicamos os melhores hotéis e apartamentos, pois temos todas as informações do local e não há o risco de cair em enganos. Inclusive, orientamos quais praias são mais adequadas às necessidades do cliente, se é descanso, diversão, família, balada, etc.”, conta a vendedora.



Agora que você já sabe que dá certo programar uma viagem rápida ou decidida de última hora, vem aquela dúvida: o que levar na mala? E o segredo, segundo a professora e viajante Jéssica Santana, é a organização. “Eu sempre viajo em finais de semana e feriados, mas aquela pressão que tem em organizar tudo de forma rápida pode atrapalhar, por isso mantenho as coisas organizadas, sou bem criteriosa nisso. Presto atenção em quantos dias irei ficar e no que irei fazer no destino, então não levo coisas a mais nem a menos. Para que a mala seja compacta e ideal, levo só o que realmente vou usar. Eu utilizo um cronograma de organização, escrevo tudo o que vai na mala para não me perder na hora de fazê-la, aí se precisar arrumar às pressas é só olhar a lista no celular ou no papel para não esquecer nada. Isso se torna bastante prático, pois já tenho tudo em mãos. Além disso, eu também organizo a forma como coloco as coisas na mala, arrumo as roupas em rolinhos para ocuparem menos espaço, por exemplo. Busco ser mais perfeccionista nesta parte”, conta Jéssica.

Quem também dá dicas de organização de mala para viagens rápidas é a gerente da Le Postiche, no Cascavel JL Shopping, Patricia Guedes, que presta uma verdadeira assessoria ao cliente na hora da compra de acessórios que não podem ficar de fora. “Sempre analisamos o tipo de viagem que a pessoa vai fazer para indicar o que não pode faltar, como potinhos de 100ml para líquidos, porta dólar para guardar dinheiro, cartões e documentos de forma mais segura, pois fica embaixo da roupa da pessoa, sacos à vácuo para compactar as roupas na mala, orientamos também a respeito das malas de bordo, que não podem ultrapassar os 10kg, como pesar a mala, acessórios de identificação para não perder a bagagem no despache, protetores auriculares para quem sofre com pressão, travesseiro de viagem e muitos outros itens. Tudo isso é indicado dependendo do tipo de viagem que o cliente irá fazer. É um atendimento personalizado que prestamos aqui”, explica Patricia.

E aí, você está pronto para mudar os planos e embarcar em uma aventura de diversão ou descanso no próximo feriadão (ou feriadinho)? Siga essas dicas e aproveite!

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...