15/01/2020 às 13h38min - Atualizada em 15/01/2020 às 13h38min

Fábrica de Ponta Grossa fechou 2019 com produção de mais de 2,4 bilhões de latinhas

Unidade da Crown Embalagens vai abrir as portas para receber representantes do setor de gastronomia e entretenimento

Clic Paraná
Ronildo Pimentel
Fábio Aguayo e Cátilo Cândido, da Abrabar e Abralatas, sendo recebido por José Toledano e colaboradores da Crow Embalagens de Ponta Grossa Foto: Divulgação
Os presidentes das associações brasileiras de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) e dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), Fábio Aguayo e Cátilo Cândido, visitaram na última sexta-feira (9) a sede da Crown Embalagens em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. A unidade é uma referência nacional em produção de latinhas e fechou 2019 com mais de 2,4 milhões de unidades.

"Foi uma experiência muito interessante conhecer a linha de produção desta gigante das embalagens que está em nosso estado", comentou Fábio Aguayo. O gerente da unidade, José Toledano, recebeu o grupo no local. "Ele nos adiantou que a fábrica vai abrir as portas para visitas e receber, principalmente os empresários do nosso setor", disse.

O presidente da Abrabar ressaltou que ficou impressionado com a variedade de embalagens para diferentes cervejas que são consumidas no Brasil, Paraguai, Argentina e outros países da América do Sul. "Impressionante como são produzidas marcas varias da bebida no país", completou Aguayo.

"Esta proximidade, entre os produtores de latas e representantes do setor na ponta do consumo, vai ajudar na desmistificação de vários mitos em relação a qualidade do produto ou que o sabor do alumínio pega na bebida", disse José Toledano. "Então, esta proximidade vai ajudar a gente a quebrar alguns tabus, por isto é interessante", concluiu.

Contexto
A produção de latas em Ponta Grossa teve início em janeiro de 2011, após um investimento aproximado de US$ 80 milhões na unidade da Crown Embalagens. A estrutura tem aproximadamente 30 mil metros quadrados de área construída e gera cerca de 600 empregos diretos e indiretos.

Ponta Grossa é um local estratégico no Sul do país e será base para divulgação e implantação da Economia Verde, modelo econômico que concilia desenvolvimento e meio ambiente, através da articulação entre governos, sociedade civil e empresas. A iniciativa é encabeçada pela Abrabar e Abralatas.
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...