29/07/2019 às 18h46min - Atualizada em 29/07/2019 às 18h46min

Novos poços artesianos levarão água para 10 mil pessoas em áreas isoladas

Confira os municípios que devem ganhar poços artesianos até o fim do ano

Clic Paraná
ANPr
O Governo do Estado autorizou a perfuração de 115 novos poços até o fim de 2019. Eles vão abastecer áreas rurais e regiões mais isoladas localizadas em 56 municípios paranaenses. O objetivo é melhorar a qualidade de vida dessas famílias

A perfuração de 115 novos poços artesianos até o final deste ano vai levar água para cerca de 10 mil pessoas que vivem em áreas rurais ou isoladas localizadas em 56 municípios paranaenses. Somente em 2019, o programa Água no Campo já viabilizou 52 poços em 19 municípios para o atendimento de 950 famílias.

As novas perfurações foram autorizadas pelo Instituto das Águas do Paraná, vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo.

De acordo com o secretário da pasta, Márcio Nunes, o programa é muito importante para as vilas rurais dos municípios e comunidades mais distantes devido à falta de recursos para implantação deste sistema de abastecimento. “Contribuímos com uma parcela importantíssima no abastecimento, facilitando a captação e a distribuição de água”, disse.

O Água no Campo tem o objetivo melhorar as condições de saúde e a qualidade de vida da população por meio de ações de saneamento básico. O Poço, que dá acesso a aquíferos para retirada de água subterrânea, consiste na perfuração, revestimento, filtro, pré-filtro, motobomba e vedação.

PROCESSO - A viabilidade técnica de atendimento das solicitações cadastradas se dá por meio de contrato administrativo com as prefeituras. O Instituto das Águas do Paraná participa com o equipamento de perfuração e equipe técnica. A prefeitura fica encarregada de definir o local da perfuração e pelo fornecimento dos tubos de revestimentos ou filtros, combustível (óleo diesel), areia, brita, cimento e custeio.

Após a conclusão dos serviços de perfuração, a responsabilidade de regularizar a área de uso em comum, a operacionalização do poço (bomba, reservatório, energia e adução) e a solicitação da outorga de uso do manancial são de responsabilidade da prefeitura e comunidades.

ATENDIDOS - Os municípios que foram contemplados até agora são Bituruna, Itambaracá, Jaguapitã, Jaguariaíva, Jardim Alegre, Maripá, Mato Rico, Nova Prata do Iguaçu, Quarto Centenário, Roncador, Mercedes, Engenheiro Beltrão, Pitanga, Lupionópolis, Salgado Filho, Iporã, Ângulo, Iguaraçu e Moreira Sales.

Confira os municípios que devem ganhar poços artesianos até o fim do ano:
Antônio Olinto
Corbélia
Coronel Vivida
Doutor Ulisses
Esperança Nova
Lunardelli
Marubi
Palmital
Prudentópolis
Rio Branco do Ivaí
Santa Maria do Oeste
Santo Antônio do Paraíso
Manoel Ribas
Terra Rica
União da Vitória
Capanema
Chopinzinho
Dois Vizinhos
Guarapuava
Luisiana
Mangueirinha
São Manoel do Paraná
Marechal Cândido Rondon
Marmeleiro
Nova Aurora
Reserva do Iguaçu
Rio Bonito do Iguaçu
Santo Antônio da Plantina
São Pedro do Iguaçu
Terra Roxa
Formosa do Oeste
Mamborê
Janiópolis
Bela Vista do Paraíso
Bom Sucesso do Sul
Corumbataí do Sul
Foz do Jordão
Califórnia
Iretama
São Jorge do Patrocínio
Borrazópolis
Sengés
Goioxim
Chopinzinho
Quatro Pontas
Cruz Machado
Morretes, Alto Piquiri
Alto Paraíso
Medianeira
Honório Serpa
Maria Helena
Vera do Cruz do Oeste
São João do Ivaí
Ampere
Farol
Coronel Domingos Soares

Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...