19/09/2022 às 16h44min - Atualizada em 20/09/2022 às 09h20min

Mercado de turismo de aventura deve crescer significativamente até 2030

Atividades que envolvem adrenalina estão em crescimento nos últimos anos no Brasil e no mundo. Relatório recente mostra os números positivos do setor e projeta aumento na demanda por parte dos usuários

DINO
http://www.naturalextremo.com


De acordo com o novo relatório da Grand View Research, empresa de consultoria e pesquisa de mercado sediada na Índia e nos EUA, o faturamento do mercado global de viagens de aventura projeta um crescimento de cerca de US$ 1,009 trilhão até o ano de 2030. Segundo o levantamento, espera-se que o mercado se expanda a um CAGR (taxa de crescimento anual composta) de 15,2% entre 2022 e 2030.

As informações do relatório também afirmaram que o negócio global de turismo de aventura experimentou uma rápida expansão, os custos e o número de visitantes exemplificam o aumento nos últimos anos. Esse segmento engloba a categoria de viagens, nacionais e internacionais, que incluem um leque de atividades de aventura como rafting, trekking, ciclismo, espeleologia, highline, salto de pêndulo entre outras, bem como a exposição ao ar livre e a diferentes culturas locais.

O segmento de turismo de aventura suave, por exemplo, teve expressão no mercado e representou cerca de 65,0% de quota em 2021, segundo dados do relatório da Gran View Research impulsionado pela crescente inclinação dos turistas para atividades de aventura de menor risco.

Para Fernanda Dornelles, sócia-diretora da Natural Extremo, empresa catarinense especializada em experiências de aventura, os turistas estão apresentando uma vontade maior por atividades autênticas e personalizadas. "Para a criação desse tipo de roteiro a natureza deve ser a inspiração. O Salto de Pêndulo, por exemplo, é uma modalidade que permite às pessoas saltarem da beira de um penhasco, a 100 metros do chão, em um voo que pode chegar a 100 km/h. É um tipo de contato único com a natureza", afirma.

"A questão da segurança é primordial em nosso segmento. As experiências de aventura devem ser desenvolvidas utilizando um sistema efetivo de alta segurança, que garanta o bem-estar dos turistas", revela Allan Pinheiro, diretor de experiências da Natural Extremo, responsável pela operação Salto de Pêndulo®.

Todos os equipamentos utilizados na Natural Extremo são testados e aprovados por selos de reconhecimento internacional como CE (Community European) e UIAA (União Internacional das Associações de Alpinismo) ou são testados em laboratórios especializados para garantir a sua capacidade de carga e ruptura.

"Os equipamentos são periodicamente inspecionados e descartados de acordo com as especificações do fabricante. As ancoragens, por exemplo, são testadas anualmente gerando um laudo oficial permitindo a obtenção do alvará junto ao município", conclui Allan.

Sobre a Natural Extremo - com sede em Florianópolis, a empresa fomenta o turismo catarinense através das atividades propostas que ocorrem num conhecido ponto turístico da serra catarinense: a Cascata do Avencal. Com uma área de mais de 3.000 m² no Parque Mundo Novo, em Urubici. O local foi escolhido por sua formação geológica para a instalação das atividades, e também pelo acesso e infraestrutura.



Website: http://www.naturalextremo.com
Notícias Relacionadas »
Comentários »