19/08/2022 às 16h03min - Atualizada em 21/08/2022 às 21h20min

Treino de ombros proporciona estabilidade e força aos membros superiores

Fortalecimento aumenta resistência e ajuda a evitar lesões na região; alongamentos antes e após os exercícios são fundamentais

DINO
https://www.ciaathletica.com.br


Quando as pessoas pensam em academia, logo vem à cabeça os treinos de pernas, braços e glúteos. Porém, pouco se fala da importância de treinar os ombros e o trapézio. A região deve ser exercitada não apenas pela questão estética, mas também porque o fortalecimento desses músculos são importantes para o desenvolvimento de estabilidade e força nos membros superiores.

Vale lembrar que os músculos dos ombros são usados em diversas atividades do dia a dia, como varrer a casa, levantar uma caixa e lavar a cabeça. Portanto, é essencial que eles se mantenham saudáveis para aumentar a resistência, melhorar a amplitude muscular e evitar lesões na região, que abrange o manguito rotador (que inclui os músculos supra espinhal, subescapular, infraespinal e redondo menor) e o músculo deltóide.

“O treinamento completo e constante de ombros e trapézio auxilia na melhora da postura, na amplitude do movimento muscular, no ganho de massa magra em outras regiões do corpo, desenvolve resistência para a execução de exercícios mais complexos e evita o aparecimento de lesões ou inflamações”, aponta Mônica Marques, diretora técnica da Cia Athletica.

A profissional explica que esse tipo de treino também trabalha outros grupos musculares do braço, já que a maioria dos exercícios envolve movimentos de puxar, empurrar ou levantar alguma carga. Assim, bíceps, tríceps e antebraços também acabam sendo beneficiados, resultando no fortalecimento de todos os membros superiores. 

“Quando mais fortalecida a região estiver, mais peso ela vai suportar. No entanto, a rotina de treinamento deve incluir não apenas a definição muscular, mas também o alongamento de todo o grupo muscular para prevenir lesões e restaurar a flexibilidade articular. Os alongamentos de ombro e trapézio devem ser feitos antes e após os exercícios, e sempre que possível no decorrer do dia”, orienta Mônica.

Alguns exercícios comuns para trabalhar ombros e trapézio são elevação frontal com halteres, elevação lateral com peso, remada, remada baixa com elásticos e crucifixo inverso com halteres. Antes de começar, contudo, a recomendação é sempre procurar a orientação de um profissional a fim de evitar lesões e sobrecarga dos músculos.



Website: https://www.ciaathletica.com.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »