19/08/2022 às 18h34min - Atualizada em 20/08/2022 às 17h20min

Moradia no exterior se apresenta como alternativa de emprego para brasileiros

Imigrantes destacam a importância de um bom planejamento para conseguir encontrar emprego no exterior, levantar o capital necessário e aproveitar as novas flexibilizações das regras vigentes nos países desenvolvidos

DINO
https://comunidadeexchange.com/comunidade-exchange
Comunidade Exchange


O número de brasileiros que desejam morar no exterior em busca de melhores condições e qualidade de vida tem aumentado significativamente nos últimos anos. Uma pesquisa realizada pela companhia de recrutamento e seleção Talenses mostra que 91% dos brasileiros têm vontade de deixar o país para trabalhar no exterior. A maioria dos brasileiros que moram atualmente no exterior diz que a preparação e flexibilidade foi a chave para alcançar esse objetivo.

Ainda segundo a pesquisa, dos residentes no exterior entrevistados, 78% já estão empregados na sua área de formação trabalhando formalmente em uma empresa, enquanto 13% têm um negócio próprio. Os outros estão atuando em trabalho temporário, mas já com perspectiva de emprego no país. Dentre os entrevistados, mais de 90% afirmaram que estão satisfeitos com a mudança.

Para realizar essa mudança, os brasileiros têm considerado o emprego e o dinheiro os fatores principais para conseguirem morar no exterior. Nesse contexto, muitos dizem que a maior dificuldade tem sido levantar dinheiro para conseguir sair do Brasil. A brasileira Érica Lima de 41 anos relatou como conseguiu realizar o sonho da moradia no exterior: “Eu também estive muito preocupada sobre a minha condição financeira e como faria para conseguir mudar a minha realidade no Brasil. Até que um dia consegui ajuda para realizar o processo de documentação, vistos, etc. Recebi o suporte de pessoas que moram no exterior e consegui vir para Portugal já com emprego fixo e contrato de trabalho assinado pela empresa. Esse processo de preparação foi fundamental”.

Dentre os maiores erros cometidos pelos brasileiros quando o assunto é moradia no exterior, observa-se falta de preparação e conhecimento das regras, não levar todos os documentos obrigatórios para regularização posterior, e falta de planejamento financeiro.

Visto que as mudanças nas regras de cada país acontecem de forma frequente, muitas informações em blogs na internet e vídeos no YouTube estão desatualizadas. Isso faz com que muitas pessoas consumam conteúdos que estão ultrapassados e quando não conseguem o resultado esperado, muitos acabam se sentindo desmotivados e desistem do sonho de morar no exterior. No intuito de evitar isso, muitas pessoas têm optado por obter informações atualizadas direto de fontes no exterior e seguir uma metodologia já validada. Mesmo enviando brasileiros todas as semanas para o exterior, o representante da Comunidade Exchange, Rafael Paixão, afirma que o fluxo de imigrantes brasileiros está longe de solucionar a escassez de mão de obra em países desenvolvidos, como por exemplo, Portugal. Prova disso é que o governo português criou recentemente um visto exclusivo para fomentar e viabilizar a procura por empregos. O objetivo é atrair mão de obra estrangeira, e os brasileiros são prioridade nesse projeto.

Com a escassez de mão de obra nos países desenvolvidos e as novas oportunidades surgindo cada vez mais, a tendência é que as regras de visto e imigração sejam cada vez mais flexibilizadas de modo a permitir que trabalhadores possam imigrar para esses países. Isso é algo que já se observa em países como Portugal, onde acaba de ser aprovado um visto de procura de trabalho onde os brasileiros poderão ir para Portugal e terão 120 dias para conseguir um emprego. Além disso, também é possível prolongar esse tempo para 180 dias.

Para mais informações, basta acessar: comunidadeexchange.com



Website: https://comunidadeexchange.com/comunidade-exchange
Notícias Relacionadas »
Comentários »