05/07/2022 às 21h42min - Atualizada em 05/07/2022 às 21h42min

Cascavel avança em direção a concretização do Programa “Cascavel Cidade Restaurativa”

O propósito da Justiça Restaurativa é gerir conflitos sob a ótica do diálogo e do respeito

Clic Paraná
Mayara Silva
Vereadora Beth Leal, Secretário de Assistência Social Hudson Moreschi e a presidente do Núcleo Comunitário, Sra. Luiza Scardua.

A vereadora Beth Leal e a presidente do Núcleo Comunitário de Práticas de Justiça Restaurativa, foram recebidas pelo secretário de Assistência Social Hudson Moreschi. Na oportunidade foram entregar um projeto para a realização de cursos de formação para os servidores do Município. A proposta tem a finalidade de dar encaminhamento ao cumprimento da Lei que implementa o programa denominado “Cascavel Cidade Restaurativa” aprovado pela Lei nº 7042/2019.

A proposta entregue na quinta-feira, 17, ao secretário Hudson, tem o objetivo de iniciar a capacitação do primeiro grupo de servidores, que poderão no futuro ser facilitadores na formação de outros servidores. Inicialmente servidores da Assistência Social, serão os primeiros a receber a formação.

O programa tem como finalidade proporcionar meios para resolução de conflitos baseados na escuta ativa, na comunicação não violenta, nos princípios da Justiça Restaurativa. A aprovação da lei na época contou com o empenho de todos os poderes constituídos Executivo, Legislativo e Judiciário.

A presidente do Núcleo Comunitário, sra. Luiza Scardua,  que na época da aprovação lei, estava a frente da entidade, ao protocolar a proposta junto ao secretário Hudson, afirmou: “me sinto extremamente feliz por neste momento, darmos mais um paço na luta pela concretização do programa Cascavel Cidade Restaurativa, que graças ao empenho e dedicação de tantas pessoas, vai tornando-se uma realidade em nosso município.”

O secretário Hudson que acompanhou os trabalhos no momento da criação da lei, disse que “o programa Cascavel Cidade Restaurativa tem todo o apoio do prefeito Leonaldo Paranhos, que desde as primeiras conversas se mostrou sensível ao tema, e reconhece a importância na mudança de cultura para a resolução dos conflitos, e que acredita que a Justiça Restaurativa é uma ferramenta muito importante, na capacitação dos servidores da rede.

 

“Poder acompanhar este momento, significa testemunhar a concretização de um projeto que foi iniciado muito antes mesmo da criação da lei. Ver o esforço de várias pessoas, vários grupos sendo reconhecido é extremamente significativo. Tenho certeza que o primeiro vai trazer para muitos servidores um implemento a mais no seu trabalho, que já é muito bom em favor da população de Cascavel”, afirmou a vereadora Beth Leal (Republicanos). 


Notícias Relacionadas »
Comentários »